Saiba quais cuidados na hora de fazer o seguro do veículo

Fazer a escolha do¬†melhor seguro do autom√≥vel, seja do carro ou moto, pode at√© parecer simples, mas n√£o √© uma tarefa t√£o f√°cil assim. Algumas condi√ß√Ķes, se n√£o forem observadas, podem colocar tudo √† perder.¬†A falta de aten√ß√£o ou de informa√ß√Ķes ao preencher aquele question√°rio que √© disponibilizado pelas seguradoras, pode acabar rendendo dor de cabe√ßa.

Pra garantir um bom negócio o passo inicial é procurar por um corretor ou empresa de seguros de confiança que ofereça esse tipo de serviço. Pesquisar bem o mercado de seguros também pode fazer toda a diferença. Buscar  orçamento com mais de uma empresa vai fazer com que o dono do automóvel possa comparar as melhores propostas.

Se mesmo assim ainda surgirem d√ļvidas, √© importante que o corretor auxilie para¬†que o preenchimento do question√°rio seja o mais claro e completo poss√≠vel. Preencher o question√°rio com veracidade √© o que torna poss√≠vel tra√ßar o perfil do cliente e fazer o c√°lculo do valor da ap√≥lice. Isso vai fazer toda a diferen√ßa no caso do registro de sinistro.

Na hora de fechar o contrato, √© preciso que estejam bem definidos pontos como o valor da franquia de assist√™ncia, se h√° servi√ßo de assist√™ncia 24 horas, quantos quil√īmetros o guincho pode percorrer at√© o local onde o carro possa ter quebrado. Imagine o carro quebrar em local onde n√£o h√° cobertura? As dificuldades para conseguir resolver o problema podem ser desgastantes.

Geralmente o seguro autom√≥vel cobre falhas mec√Ęnicas, furto e roubo, colis√Ķes, al√©m de inc√™ndio. Mas √© importante tamb√©m¬†observar cl√°usulas que prevejam¬†o envolvimento de terceiros em sinistros para n√£o ficar no preju√≠zo, pois nunca se sabe em quem o motorista pode acabar batendo e qual o valor daquele ve√≠culo. A Superintend√™ncia de Seguros privados (Susep) j√° determina desde 2004 que todos os planos b√°sicos assumam responsabilidade tamb√©m ¬†em casos de alagamento.

Outro ponto que deve ser levado em conta na hora de assinar um contrato é a cobertura para o caso de catástrofe natural. O cliente precisa ficar atento quanto a essa cláusula e priorizar pela escolha de seguradoras que acrescentem esse item na cobertura.

O valor pago pelo seguro pode variar levando em conta a idade de quem usa o veículo, a frequência de uso do carro e ainda o sexo do condutor e o nível da segurança do local onde automóvel será usado. O modelo do veículo também pode influenciar.

Embora os custos com o seguro nem sempre sejam baixos, sem o seguro o motorista assume riscos de ter que arcar com reparo de danos do próprio veículo e também de terceiros.  Dessa forma, a dica é pesquisar bastante e ler com atenção propostas e contratos. Assim o proprietário do automóvel fica tranquilo ao fazer uma boa escolha.